23 de março de 2008

Autora de Harry Potter confessa ter tido ideias suicidas durante a juventude


A escritora inglesa J.K. Rowling, autora da famosa saga do aprendiz de feiticeiro Harry Potter, confessou ter tido "ideias suicidas" durante a juventude, numa entrevista a uma revista estudantil da Universidade de Edimburgo.


Na entrevista, a escritora admite ter-se "afundado de verdade" depois de se divorciar do primeiro marido, um jornalista português, ficando sozinha a criar a filha, nascida em 1993.

"Nunca me envergonhei de ter vivido uma depressão. Tive momentos difíceis, mas sinto-me bastante orgulhosa de ter saído deles", adiantou J.K.Rowling.

Um comentário:

Lucas disse...

É todos tem seus momentos ruin na vida eu com 14 anos soh um garoto muito problematico ^^